Oki

Ibá debate a Blue Economy no fórum empresarial dos BRICS 2017

13/09/2017 - 13:09

De 3 a 5 de setembro, a cidade de Xiamen, na China, recebeu a 9ª Cúpula dos BRICS e o Fórum Empresarial dos BRICS 2017. Com a participação dos chefes de Estado e demais membros do Governo dos países envolvidos - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul -, as reuniões tiveram como objetivo fomentar o comércio entre as partes, o acesso a investimentos e o desenvolvimento por meio de cooperação.

O Fórum Empresarial, que visou à promoção do diálogo colaborativo entre mais de mil empresários do bloco, teve como um dos temas de destaque a Blue Economy - sistema que defende mudanças estruturais na economia, transformando problemas em oportunidades, com foco no baixo custo e na disponibilidade para todos. Ele também visa possibilidades de negócios em águas e oceanos, abrangendo questões de exportação e de escoamento de produção.

O grande potencial do Brasil neste caminho foi o tema sustentado por Elizabeth de Carvalhaes, presidente executiva da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá). Aos empresários que participaram do evento e aos membros do painel - fundos de investimentos no Oriente, Câmara de Comércio da China, empresa de óleo e gás, comunicação, aço, químicos e portos -, ela ressaltou a importância que a madeira e seus múltiplos usos configuram como alternativa para atingir a evolução para esta economia.

A forte inter-relação entre os mercados, somado ao crescimento da população mundial colocam o Brasil em destaque devido, principalmente, aos produtos oriundos da madeira e à avançada tecnologia em suas florestas plantadas. Isso vem fortalecer o conceito da economia azul de forma inclusiva, uma vez que transfere tecnologia embarcada à cadeia produtiva com o envolvimento de fomentados na produção por intensificação sustentável. E o pagamento por serviços ambientais e a estruturação de um mercado de carbono também poderão auxiliar na capacitação financeira necessária para a mudança do sistema global para uma forma de produção que valoriza a eficiência, o empreendedorismo, os recursos disponíveis e a inclusão total da população.

Conselho Empresarial dos BRICS (CEBRICS) - Na semana anterior ao Fórum Empresarial, entre 31/8 e 1/9, a Ibá participou do Conselho Empresarial dos BRICS (CEBRICS), que reúne empresas e representantes do setor privado dos cinco países do bloco para ampliar os laços econômicos e comerciais, fomentar o fluxo de investimentos e o número de negócios entre os países. Os encontros ocorridos em Xangai tiveram como objetivo dar sequência nas discussões estabelecidas nos sete Grupos de Trabalho (GT) do CEBRICS - o agronegócio no Brasil é liderado pela Ibá -; Desenvolvimento de Competências; Desregulamentação; Energia; Infraestrutura; Manufaturados; e Serviços Financeiros. Discutiu-se sobre a possibilidade de cooperação entre as partes, inovação e tecnologia, facilitação de comércio e padrões de conformidade. Os termos finais compuseram o documento a ser entregue pelo CEBRICS aos chefes de Estado.

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Abrafati Agnelo Editora Anuncie aqui