Oki

Suzano Papel e Celulose inicia produção de tissue no Maranhão

30/11/2017 - 16:11

A Suzano Papel e Celulose inicia a produção de bobinas usadas na confecção de papéis sanitários (tissue) na Unidade Imperatriz, a primeira fábrica desse tipo no estado do Maranhão. A unidade terá capacidade para produzir até 60 mil toneladas de papéis por ano.

O início da produção é mais uma etapa do ciclo de investimentos realizados pela Suzano Papel e Celulose na construção de duas fábricas de papéis sanitários, usados na confecção de papel higiênico, papel toalha, lenços de papel e guardanapos, entre outros itens. A linha da Unidade Mucuri (BA) foi inaugurada em setembro passado, com a mesma capacidade de produção da fábrica maranhense. O investimento estimado na instalação das duas unidades é de R$ 540 milhões.

Em um primeiro momento, a Unidade Imperatriz produzirá apenas os chamados “jumbo rolls” (bobinas gigantes de papel). No início de 2018, parte dessa produção será destinada à fabricação de produtos com marca própria da Suzano para o consumidor final, principalmente nas regiões Nordeste e Norte.

“O consumo per capita nas duas regiões ainda é inferior à média brasileira e acreditamos que a retomada da economia impulsionará ainda mais o consumo local dos papéis sanitários”, afirma Walter Schalka, presidente da Suzano Papel e Celulose.

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Agnelo Editora Anuncie aqui